Artigos

Imagens e investigações – “MITATE” e os processos de significação na cultura japonesa

Tags: Kanda Matsuri , anime “Love Live!” , mitate , Mauro Neves Jr.

Atenção! O artigo não pode ser utilizado total ou parcialmente sem o expresso consentimento do autor. A FJSP não detém os direitos sobre a obra, que pode ser protegida por direitos autorais.

Cecilia Noriko Ito Saito – É doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Possui Pós-Doutorado PNPD/CAPES/Uniso; Pós-Doutorado FAPESP/PUC-SP. É pesquisadora do Centro de Estudos Orientais (PUC-SP) e do CPCJ-GO (Goiânia). Coordenadora do Human Connection Project em parceria com 11 universidades brasileiras e com o Professor Shigehisa Kuriyama da Harvard University (2013/2014) apoiado pela Fundação Japão em São Paulo. Foi bolsista do Programa Fellowship da Japan Foundation Tokyo (2016). Atuou como professora de artes visuais. Autora e organizadora de sete livros publicados no Brasil.

 

RESUMO:

O propósito desta pesquisa é rastrear certos traços da cultura tradicional japonesa, inseridas nos dias atuais, observando algumas imagens, seus processos de significação e atentando-nos para o estudo do conceito “Mitate”, “ver e erguer” ou, que “explora a convenção da dupla identidade”, conforme os estudos de Madalena Hashimoto Cordaro (2002). Por outro lado, alguns assuntos sobre a cultura contemporânea japonesa são abordados através da entrevista realizada com o Professor Mauro Neves Júnior, da Sophia University, e que compõe este trabalho.

Atenção! O artigo não pode ser utilizado total ou parcialmente sem o expresso consentimento do autor. A FJSP não detém os direitos sobre a obra, que pode ser protegida por direitos autorais.