Artigos

Mangá e animê – Ícones da Cultura Pop Japonesa

Tags: Turma da Monica Jovem , Cultura Pop Japonesa , Mangá , Animê , Internet

Atenção! O artigo não pode ser utilizado total ou parcialmente sem o expresso consentimento do autor. A FJSP não detém os direitos sobre a obra, que pode ser protegida por direitos autorais.

SONIA M. BIBE LUYTEN é Doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações da Universidade de São Paulo, com tese sobre mangá.  Foi professora do Departamento de Jornalismo e Comunicações da ECA/USP (1972-1984), professora convidada da Universidade de Estudos Estrangeiros de Osaka e Tóquio – Japão (1984-1990), lecionou na Universidade Real de Utrecht – Holanda (1993-1996) e professora convidada da Universidade de Poitiers – França (1998-1999). Foi professora e coordenadora do curso de Pós Graduação de Comunicação da Universidade Católica de Santos lecionando uma cadeira sobre Histórias em Quadrinhos.

 

RESUMO:

Os mangás representam um fenômeno de comunicação de massa atingindo tiragens milionárias em seu país de origem. De desconhecida no mundo ocidental, a Cultura Pop Japonesa, passa hoje em dia, a fazer parte do cotidiano dos jovens do mundo inteiro. O Brasil, tendo a maior colônia nipônica fora do Japão, já tinha a tradição de ler estas revistas japonesas através de seus imigrantes tornando-se pioneiro não só na leitura como na produção de mangá fora do Japão desde a década de 1960.
É importante conhecer o surgimento do mangá a partir de Hokusai, seu florescimento no Japão e como se deu o impacto da vinda massiva de novos títulos a partir da década de 1990. Além disso, a experimentação através da proliferação de fanzines e a produção de quadrinhos brasileiros utilizando a forma do mangá como expressão.
Nesta nova fase esta nova arte tem sido feita não só por artistas descendentes de japoneses como de diversas procedências. O sucesso da Cultura Pop Japonesa tem sido de forma tão penetrante que seu uso tem se estendido às salas de aula como ferramenta de trabalho dos professores para aprendizado, oficinas de trabalho das Secretarias de Educação e Cultura de municípios brasileiros para inclusão social. Também é objeto de teses de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), Mestrado e Doutorado gerando uma produção bibliográfica de grande importância para o Brasil.

 

PALAVRAS-CHAVE: Cultura Pop Japonesa, mangá, animê, internet, Turma da Monica Jovem.

Atenção! O artigo não pode ser utilizado total ou parcialmente sem o expresso consentimento do autor. A FJSP não detém os direitos sobre a obra, que pode ser protegida por direitos autorais.