KOROKKE (croquete japonês)

Cultura alimentar do korokke no Japão

・Dizem que é uma fritura de origem ocidental, trazida ao Japão na Era Meiji, adaptada para a culinária japonesa, se transformando no korokke de batata ao estilo japonês.

・Outra teoria de sua origem é que foi criado em um açougue, na região de Kansai, utilizando os pedaços de carne que sobravam. É um prato básico, vendido em açougues e supermercados.

・Atualmente, existem vários tipos de korokke no Japão, que costumam ser chamados com o nome do ingrediente, como korokke de batata ou korokke de creme de caranguejo.

 

 

A razão da escolha do korokke

・ Por ser uma das comidas caseiras japonesas mais apreciadas por crianças e adultos.

・ Pode ser feitos com ingredientes disponíveis no Brasil.

・ Por ser parecido com os populares salgadinhos brasileiros, como coxinha e croquete, acreditamos que seja uma comida caseira japonesa que todos no Brasil podem se conectar. No entanto, como os ingredientes e o método de preparação são um pouco diferentes, pensamos na apresentação do korokke de batata no estilo japonês para que as pessoas possam fazê-lo em casa.

・O korokke de batata feito em casa é mais saboroso, a massa fica fofinha por dentro e crocante por fora.

・ É um prato versátil, que pode ser usado em várias situações. Moldando-os um pouco menores, podem ser servidos em festas. Também podem servir de recheio em sanduíches.

 

Vamos fazer o korokke?

 

 

Ingredientes (rende 6 unidades)

3 batatas médias asterix (aprox. 600g)

100 g de carne bovina moída

½ cebola (aprox. 100g)

A: ½ colher de sopa de shoyu, ½ colher de sopa de mirin

B: 1/3 colher de chá de sal, pimenta-do-reino a gosto

Para empanar: farinha de trigo, ovo e farinha tipo panko

Óleo para fritura

 

 

Modo de preparo

1. Embrulhar as batatas bem lavadas com papel toalha úmido.
Colocar num recipiente para micro-ondas e cobrir com o plástico filme.
Leve ao micro-ondas por cerca de 8 minutos, virando as batatas no meio do processo.

* Pode cozinhar as batatas em água sem usar um micro-ondas.
* Use um plástico filme que possa ser usado no micro-ondas.
* Embrulhe as batatas em papel toalha úmido para que as batatas não ressequem durante o aquecimento no micro-ondas.
* O tempo de aquecimento depende do tamanho da batata e da potência do micro-ondas, então ajustem o tempo verificando a maciez no interior da batata.
* Virando as batatas no meio do processo, elas ficarão macias de maneira uniforme.

2. Pique as cebolas em pedaços pequenos.
Em uma frigideira, adicione 1 colher de chá de óleo e aqueça em fogo médio para fritar as cebolas.
Quando começar a amolecer, adicione a carne e refogue para que fiquem em pedaços pequenos. Quando a cor da carne mudar, adicione os ingredientes A e refogue até ficar sequinho.

* As cebolas são primeiro cortadas radialmente ao longo de suas fibras e, em seguida, no sentido contrário, para cortar de maneira uniforme e rápida.

3. Retire as batatas do micro-ondas quando elas ficarem macias.
Descasque as batatas enquanto estão quentes, com o auxílio do papel toalha.
Coloque em uma tigela grande e amasse com um amassador ou garfo, até que não haja nenhum pedaço grande.

4. Coloque a mistura da carne refogada e os ingredientes B na tigela de batatas e misture.
* O melhor é misturar tudo rapidamente, enquanto as batatas estão quentes, pois assim o sabor se espalhará de modo uniforme por toda a massa.
* Se necessário, adicione sal. (se quiser comer com molho, use uma quantidade menor de sal)

5. Divida em 6 partes e molde em formas ovais. Passe uma camada fina de farinha, passe no ovo batido e na farinha panko. Deixe descansar por cerca de 5 minutos.
* Empane com cuidado. Polvilhe cada um dos ingredientes uniformemente.
* Deixar descansando por cerca de 5 minutos, fará com que as cascas fiquem mais crocantes depois de fritos.

6. Adicione cerca de 3 cm de óleo na panela e aqueça até 170°C. Coloque os korokke e retire quando estiverem douradinhos.
* Uma das maneiras de saber se a temperatura do óleo está próxima de 170° é colocando o ohashi um pouco úmido na panela. Devem sair pequenas bolhas, parecendo espuma.
* Ao colocar no óleo, não mexer até que comecem a mudar de cor. Quando a casca começar a ficar um pouco mais firme, pode virar.
* Se fritar muitos ao mesmo tempo, a temperatura do óleo cai e isso pode fazer as cascas racharem mais facilmente.

7. Sirva em um prato acompanhado de tomate e repolho fatiado bem fininho a gosto ou escolha o acompanhamento de sua preferência. E bom apetite!

DICA: No lugar da carne bovina moída, a carne de soja (proteína texturizada de soja), os cogumelos shiitake ou shimeji são opções deliciosas. Na utilização de cogumelos, pique-os em pedaços pequenos como a cebola.

 

Compartilhe o seu korokke conosco!

Prepare o prato, publique no Instagram e marque com as hashtags

#korokkefjsp  #japaoemcasafjsp