Agenda


Brasileiro é um dos vencedores do Concurso de Padronagem de Furoshiki 2009

Conheça a lista dos vencedores e suas obras.

Publicado por FJSP em Arte e Cultura

Sem comentários

Iemanjá e Carpa ao Amanhecer por Tiago Gualberto Morais

Informações:
Fundação Japão em São Paulo
Tel: (11) 3141-0843 / 3141-0110
www.fjsp.org.br

O estudante brasileiro Tiago Gualberto Morais, do curso de Têxtil e Moda da Universidade de São Paulo (USP), foi um dos selecionados da final do Concurso de Padronagem de Furoshiki, realizado pela Fundação Japão em 2009, voltado aos estudantes dos cursos da área de design, artes plásticas, moda e arquitetura.

Com seu trabalho intitulado “Iemanjá e Carpa ao Amanhecer” (“Yemanjá and Carp at Dawn”), com influência da xilogravura, Morais ficou ao lado do chinês Jia Chuan (“Umbrellas and Windows”) e do sul-coreano Park Sang-yun (“The Letters of Korea & Japan”), que terão seus projetos estampados em furoshiki originais, sendo comercializados em lojas de souvenirs de museus de Tóquio, além disto, receberão um prêmio de ¥30,000 (cerca de R$ 600,00) cada, já incluso o pagamento dos direitos autorais. O resultado foi anunciado em janeiro de 2010 pelo escritório central da Fundação Japão, na capital japonesa.

 

Nome: Tiago Gualberto Morais
Instituição: Universidade de São Paulo (USP)
Tema: “Iemanjá e Carpa ao Amanhecer”
Iemanjá e Carpa ao Amanhecer por Tiago Gualberto Morais

Foi um total 150 trabalhos participantes, envolvendo dez países da Ásia e América Latina (Coréia do Sul, China, Indonésia, Tailândia, Filipinas, Malásia, Vietnã, Rússia, México e Brasil), sendo que 15 eram do Brasil, representando 10% do total. Em 2008, a Fundação Japão promoveu o “Japan Foundation Original Furoshiki”, convocando estudantes de todo o Japão, sendo que apenas três projetos foram selecionados para serem confeccionados como produtos originais e vendidos na mostra de arte contemporânea Yokohama Triennale 2008 e nas lojas de museus na cidade de Tóquio.

Duas brasileiras também estão entre os selecionados para confecção de cartões-postais ilustrados: Verônica Castro Bechara, “Encontro Brasil – Japão” (“Japan-Brazil Exchange”) PUC-Rio-RJ e Thaís Erre Felix, “Um Yukata de Chita” (“Cotton Yukata”) da Universidade de Brasília-DF. Devido a grande variedade de trabalhos interessantes, a Fundação Japão selecionou mais 10 trabalhos e cada um irá receber de presente um jogo contendo 10 cartões-postais com a estampa dos seus trabalhos.

 

Veja abaixo:
Zeng Zhaolong
“Amazing Flowers”
(China)

Lee Seung-hye
“inter-flow”
(Coréia do Sul)

Jessica Rudyant
“Japanese/Javanese”
(Indonésia)

Sittchoke Sriratchapat
“LANDMARK”
(Tailândia)

Nod Aranyanak
“TEXTILE”
(Tailândia)

Elena Kaimanova
“Japan-Russia”
(Rússia)

Elena Chunikhina
“Japan-Russia”
(Rússia)

Anastasiya Kvasova
“Cherry Blossom in the Russian Countryside”
(Rússia)

Para ver os trabalhos dos premiados acesse aquio site da Japan Foundation (em japonês)

 

Brasil

A seletiva brasileira do Concurso de Padronagem de Furoshiki, realizada pela Fundação Japão em São Paulo (FJSP), reuniu estudantes de estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Distrito Federal, com um total de 118 inscritos.
Os trabalhos, que tiveram como tema a harmonização de elementos brasileiros e japoneses, foram julgados, em novembro passado, pela estilista Erika Ikezili, o designer Jun Yokoyama a designer e especialista de furoshiki no Brasil Sofia Nanka Kamatani, Goki Yamashita e Minori Miyake, diretor de assuntos culturais e assessora cultural da Fundação Japão, respectivamente.

 

Os 15 alunos selecionados e suas respectivas escolas são:

Sheila Gouveia dos Passos – Universidade Positivo (PR)
Marcos Filipe da Silva/Thiago Ricardo de Lara – Universidade Positivo (PR)
Manuela Ivanowski – Universidade Positivo (PR)
Sarah Eloísa Scholz Dias/Thállida Silva – Universidade Positivo (PR)
Ana Vanessa de Almeida – Universidade Positivo (PR)
Daniela Okamura – Escola Impacta (SP)
Sara Rodrigues de Morais – Universidade Presbiteriana Mackenzie (SP)
Karina dos Santos Oliveira – Universidade Presbiteriana Mackenzie (SP)
Christine Engelberg – SENAC-Núcleo de Design (SP),
Thais Erre Felix – Universidade de Brasília (DF)
Tiago Gualberto Morais – Curso de Têxtil e Moda – USP (SP)
Heloisa Freitas Ferreira – UFRJ (RJ)
Gabriela Unger – PUC-Paraná (PR)
Verônica Castro Bechara – PUC-Rio (RJ)
Nilson Tadeu Mendes – Universidade Presbiteriana Mackenzie (SP)

VEJA A GALERIA COM AS OBRAS

Eco Furoshiki
A edição de 2009 teve início em junho, com palestras e workshops ministrados pela designer Sofia Nanka Kamatani, na própria FJSP, no Festival do Japão, em SP, além de faculdades de design em São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro. Kamatani ganhou o primeiro lugar do Concurso Cultural “Saco de Idéias”, do Instituto Akatu, em dezembro de 2009, com o vídeo “Eco Furoshiki”, onde mostra o uso do pano secular, atendendo a pergunta “O que fazer para recusar, reduzir, reutilizar e reciclar o uso de sacolas plásticas?”. Os vídeos vencedores serão exibidos pelo Canal Futura. O concurso é patrocinado pelo Carrefour e faz parte da Campanha Saco é um Saco, do Ministério do Meio Ambiente.

O que é Furoshiki?
É um “pano para embalagem e transporte” utilizado no Japão desde tempos antigos. Ele aparece em escritos do Período Nara como Tsutsumi (trouxa) referindo-se a um pano usado para embrulhar os tesouros guardados em Shoso-in (um Tesouro Imperial no templo Todai). Atualmente, como os problemas ambientais estão sendo noticiados em todos meios de comunicação, o furoshiki está atraindo renovada atenção, pois ele pode ser presenteado e reutilizado várias vezes.


Serviço

Informações:
Fundação Japão em São Paulo
Tel: (11) 3141-0843 / 3141-0110
www.fjsp.org.br


Leave a Reply


Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.