Agenda


Força e Beleza da Cerâmica

Evento celebra a força e a beleza da cerâmica

Publicado por FJSP em Arte e Cultura

2 Comentários

Obras de Alberto Cidraes

Documentários
Data: 22 de setembro de 2010 (quarta-feira)
Horário: 15h e às 19h30

Título: “Uichi Shimizu: Um Mestre da Terra e do Fogo”
(Japão, 1989, 31 minutos, 16 mm, cor)
Direção: Tetsu Yamazoe
Sinopse: Apresenta a atuação de Uichi Shimizu, que em 1985 foi considerado Patrimônio Cultural, e que desde os 14 anos de idade buscava a exploração dos elementos fundamentais da cerâmica, terra e fogo.

Título: “Imaemon XIII: Introduzindo Nova Beleza à Porcelana Colorida Nabeshima”
(Japão, 1994, 36 minutos, 16 mm, cor)
Direção: Masami Murayama
Sinopse: Retrata a vida e a obra de Imaemon XIII, Patrimônio Cultural Intangível pela preservação da arte e técnica da porcelana colorida Nabeshima. A tradição e a criação fazem-no inventar novas técnicas para a sua arte.

 

Palestra
Data: 23 de setembro de 2010 (quinta-feira)
Horário: 19h30 às 21h30
“Forno Noborigama: Origens, construção e queima” com ceramistas Kimiko Suenaga e Gilberto Jardineiro
Sinopse: Os artistas apresentam a milenar arte da cerâmica de alta temperatura com imagens que relatam a trajetória de desenvolvimento do forno desde as origens na China, a transformação na Coreia, o apuramento estético e sofisticado no Japão, e o espaço que o Noborigama encontra no Brasil.

Palestra
Data: 24 de setembro de 2010 (sexta-feira)
Horário: 19h30 às 21h30
“Cunha e o Japão: Encruzilhada de vias culturais” com arquiteto e ceramista Alberto Cidraes
Sinopse: Cunha é um caso impar de interação e miscigenação de culturas no campo vasto da cerâmica, com principal influência externa que veio do Japão, mas com bagagem de portugueses e brasileiros. Como isso aconteceu e os desenvolvimentos posteriores do “Polo de cerâmica de autor de Cunha” é o assunto desta apresentação e conversa.

É necessário efetuar inscrição prévia para as palestras, enviando nome completo e telefone para: eventosfjsp@gmail.com
 

Local: Espaço Cultural Fundação Japão
Av. Paulista, 37- 1º andar (próximo ao metrô Brigadeiro)
 

Entrada Gratuita

Vagas: 100 lugares

Acesso para portadores de necessidades especiais

Informações: 11 3141-0110 / 3141-0843

Informações, fotos e contatos para imprensa:
Fundação Japão – (11) 3141-0110
info@fjsp.org.br

Forno Noborigama, ceramistas de Cunha, Uichi Shimizu e Nabeshima serão apresentados durante o ciclo.

Ateilê Suenaga&Jardineiro, com o forno Noborigama

Ateilê Suenaga&Jardineiro, com o forno Noborigama

A Fundação Japão realiza evento gratuito dedicado especialmente à cerâmica, com palestras e documentários, nos dias 22, 23 e 24 de setembro de 2010, no Espaço Cultural da Fundação Japão.

No dia 22 de setembro de 2010, serão exibidos os documentários “Uichi Shimizu: Um Mestre da Terra e do Fogo” e “Imaemon XIII: Introduzindo Nova Beleza à Porcelana Colorida Nabeshima”, totalizando 1 hora de duração, em duas sessões distintas, às 15h e às 19h30.

Cada um dos filmes revela um recorte da história da cerâmica no Japão, focando em torno de figuras designadas patrimônios culturais.

Obras de Alberto Cidraes

Obras de Alberto Cidraes

No dia 23 de setembro de 2010, os ceramistas Kimiko Suenaga e Gilberto Jardineiro palestram sobre “Forno Noborigama: Origens, construção e queima”, das 19h30 às 21h30.

O casal construiu em 1985, um ateliê em Cunha, interior de São Paulo, contribuindo para transformação da cidade em importante polo de cerâmica artística marcada pela utilização da tradição oriental da queima a lenha em forno Noborigama.

Obras de Suenaga&Jardineiro

Obras de Suenaga&Jardineiro

No dia 24 de setembro de 2010, o ceramista Alberto Cidraes fala sobre a “Cunha e o Japão: Encruzilhada de vias culturais”, das 19h30 às 21h30. Arquiteto português, foultuai participante do “Professional Fellowship” pela Fundação Japão, em 1990, realizando pesquisa sobre cerâmica e arquitetura na Universidade de Arte de Kanazawa.

Foi um dos fundadores do forno Noborigama em Cunha, com o projeto de Toshiyuki Ukesaki, além de levar a técnica para Portugal, em 1988.

Obras de Alberto Cidraes

Obras de Alberto Cidraes

Os palestrantes Alberto Cidraes, Kimiko Suenaga e Gilberto Jardineiro atualmente participam da exposição “Arte de Cunha – Terra, Mãos, Fogo e Arte”, que fica em cartaz até o dia 24 de outubro de 2010 no SESC Pompéia, em São Paulo.

Também estará disponível na biblioteca da Fundação Japão um amplo material para pesquisa e consulta, entre livros, DVDs e vídeos, totalizando mais de 90 títulos, em português, inglês e japonês. A biblioteca funciona de terça a sexta-feira, das 10h30 às 19h30 e aos sábados, das 10h30 às 18h30.

 

Perfil

Kimiko Suenaga

Kimiko Suenaga

Kimiko Suenaga
Nascida no Japão, manteve ateliê de cerâmica com forno a gás em Tóquio até 1984, quando se mudou para o Brasil. Montou ateliê em Cunha e influenciada pela exuberância da natureza e diversidade cultural, passou a desenvolver pinturas e esculturas. Prêmio Salão Nacional de Cerâmica de Curitiba, Exposição Individual Galeria SESC Paulista; Exposição Comemorativa do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, na Assembléia Legislativa de São Paulo em 2008.

Gilberto Jardineiro

Gilberto Jardineiro

Gilberto Jardineiro
Ceramista e Astrônomo Amador, nascido em São Paulo, foi músico, fotógrafo, redator e assistente de direção de cinema. Viveu três anos na Suécia e iniciou-se em cerâmica no Japão, onde permaneceu por cinco anos.  Construiu forno Noborigama em Cunha em 1985 e a partir de 1988 introduziu a Abertura de Fornada com apresentação e exposição das cerâmicas ao pé do forno, contribuindo na atração do público em visita aos ateliês da cidade.

Alberto Cidraes

Alberto Cidraes

Alberto Cidraes
Nasce em 1945 em Elvas, Portugal. Termina o curso de arquitetura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa (ESBAL), em 1970, e parte para o Japão para fazer pós-graduação em arquitetura tradicional japonesa na Universidade de Kyushu, conhecendo e dedicando-se a cerâmica.
Em 1973 vem para o Brasil onde, em 1975, junto com amigos japoneses e brasileiros funda o primeiro ateliê de cerâmica artística de alta temperatura em forno Noborigama de Cunha. Montou e dirigiu o Departamento de Cerâmica do AR.CO, de 1987 a 1990, em Portugal.
Em 1993, monta, com um grupo, o programa da KIDI Kanazawa International Design Institute, filial japonesa da Parsons School of Design de NY, onde leciona até 2002. Organizou com outros ceramistas o I Festival de Cerâmica de Cunha e, em 2006, torna-se membro fundador da Cunhacerâmica e, a partir de 2009, preside o Conselho Superior do ICCC, Instituto Cultural da Cerâmica de Cunha.


Serviço

Documentários
Data: 22 de setembro de 2010 (quarta-feira)
Horário: 15h e às 19h30

Título: “Uichi Shimizu: Um Mestre da Terra e do Fogo”
(Japão, 1989, 31 minutos, 16 mm, cor)
Direção: Tetsu Yamazoe
Sinopse: Apresenta a atuação de Uichi Shimizu, que em 1985 foi considerado Patrimônio Cultural, e que desde os 14 anos de idade buscava a exploração dos elementos fundamentais da cerâmica, terra e fogo.

Título: “Imaemon XIII: Introduzindo Nova Beleza à Porcelana Colorida Nabeshima”
(Japão, 1994, 36 minutos, 16 mm, cor)
Direção: Masami Murayama
Sinopse: Retrata a vida e a obra de Imaemon XIII, Patrimônio Cultural Intangível pela preservação da arte e técnica da porcelana colorida Nabeshima. A tradição e a criação fazem-no inventar novas técnicas para a sua arte.

 

Palestra
Data: 23 de setembro de 2010 (quinta-feira)
Horário: 19h30 às 21h30
“Forno Noborigama: Origens, construção e queima” com ceramistas Kimiko Suenaga e Gilberto Jardineiro
Sinopse: Os artistas apresentam a milenar arte da cerâmica de alta temperatura com imagens que relatam a trajetória de desenvolvimento do forno desde as origens na China, a transformação na Coreia, o apuramento estético e sofisticado no Japão, e o espaço que o Noborigama encontra no Brasil.

Palestra
Data: 24 de setembro de 2010 (sexta-feira)
Horário: 19h30 às 21h30
“Cunha e o Japão: Encruzilhada de vias culturais” com arquiteto e ceramista Alberto Cidraes
Sinopse: Cunha é um caso impar de interação e miscigenação de culturas no campo vasto da cerâmica, com principal influência externa que veio do Japão, mas com bagagem de portugueses e brasileiros. Como isso aconteceu e os desenvolvimentos posteriores do “Polo de cerâmica de autor de Cunha” é o assunto desta apresentação e conversa.

É necessário efetuar inscrição prévia para as palestras, enviando nome completo e telefone para: eventosfjsp@gmail.com
 

Local: Espaço Cultural Fundação Japão
Av. Paulista, 37- 1º andar (próximo ao metrô Brigadeiro)
 

Entrada Gratuita

Vagas: 100 lugares

Acesso para portadores de necessidades especiais

Informações: 11 3141-0110 / 3141-0843

Informações, fotos e contatos para imprensa:
Fundação Japão – (11) 3141-0110
info@fjsp.org.br


Comentários

  1. Em 2 de September de 2017 às 10:47
    Cristina Crouzillard disse:

    Bom dia!
    Meu nome é Cristina Crouzillard, e vivo em Marrocos… gostaria de saber como conseguir o projeto de construção de um forno Noborigama para implantá-lo aqui.
    Obrigada et tenham um bom final de semana
    Cristina

Leave a Reply


Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.