Agenda


Ator europeu Pascal “Mitsuru” Guéran conta histórias na Fundação Japão

Espetáculo "Histórias do País do Sol Nascente" já foi apresentado em diversos centro culturais da Bélgica

Publicado por FJSP em Arte e Cultura

Sem comentários

Histórias do País do Sol Nascente com o ator Pascal Mitsuru Gueran

Espetáculo “Histórias do País do Sol Nascente” com ator Pascal “Mitsuru” Guéran

Data: 13 de maio de 2010, às 19h30 (quinta-feira)

Duração: 1 hora

Censura: A partir de 8 anos

Local: Espaço Cultural Fundação Japão 
Av. Paulista, 37 – 1º andar – Paraíso

Haverá tradução consecutiva

Entrada Gratuita

É necessário fazer inscrição prévia com envio de nome e telefone de contato para o e-mail info@fjsp.org.br

Capacidade: 100 pessoas

Apoio:  Encontro Internacional de Contadores de Histórias “Boca do Céu” (Curadoria: Regina Machado)

Informações:
Fundação Japão em São Paulo
Tel: (11) 3141-0843 / 3141-0110
www.fjsp.org.br

O ator e contador de histórias belga Pascal “Mitsuru” Guéran apresenta gratuitamente o espetáculo “Histórias do País do Sol Nascente”, dia 13 de maio de 2010, às 19h30, no Espaço Cultural da Fundação Japão em São Paulo.  Voltado para adultos, mas também para crianças a partir de 8 anos, o evento transporta os espectadores para uma viagem pelo Japão e suas tradições, através de contos zen – contadas pelo mestre Taisen Deshimaru.

Pascal vem de uma turnê pela Europa, passando pelos festivais “Festival du conte” na Polônia (Varsóvia) e na Cracóvia e em Wroclaw, todas em março último.  Esteve no Brasil, em 2008, por conta da participação do  Encontro Internacional de Contadores de Histórias “Boca do Céu”, no SESC Pinheiros, em São Paulo.

Histórias do País do Sol Nascente com o ator Pascal Mitsuru Gueran

Histórias do País do Sol Nascente com o ator Pascal Mitsuru Gueran

Vencedor do prêmio do júri do festival de conto de Chiny, na Bélgica, em 2003, Pascal trabalha desde 1995 no ramo e apresentará contos da tradição japonesa (como Urashima Taro), alguns readaptados, histórias clássicas recolocadas no Japão e com animais como protagonistas, coletadas pelo etnólogo Yanagita Kunio.

Filho de pai belga e mãe japonesa, Pascal cresceu na cultura ocidental e, durante muito tempo, o Japão foi para ele um mundo longínquo e inacessível. No entanto, há cerca de quinze anos, sentiu a necessidade de explorar mais profundamente suas origens, de partir em descoberta dessa cultura japonesa pela qual foi impregnado durante toda sua infância. “Essa “viagem” foi realizada através das artes marciais, a arte do sabre, do zen e, principalmente, do estudo dos contos tradicionais japoneses”, afirma ele, graduado em arte dramática pelo Institut des Arts de Diffusion de Louvain-la-Neuve, na Bélgica.

 

PERFIL

Formado em arte da narrativa pelo Conservatório Real de Bruxelas, Pascal Guéran iniciou sua carreira como ator e atuou em vários teatros na Bélgica, em Bruxelas e no interior.

Sensível desde cedo ao universo das histórias graças ao pai, que possuía o « dom de contar » e à mãe japonesa, que compartilhava sua cultura, ele decide explorar « a via dos contos » após um encontro determinante com o velho contador Jean-Pierre Chabrol, em 1995. É no âmbito de seu trabalho como monitor e formador de crianças e adolescentes que Pascal Guéran começa a contar histórias.

Inicialmente, ele explora a universalidade do conto através das grandes tradições e retoma, principalmente, histórias oriundas do folclore de diversos países da Europa, assim como contos provenientes da Ásia (China, Japão, Coreia, Vietnã). Mais tarde começam as diversas intervenções, agora para adultos, durante as quais conta histórias a partir de um repertório constituído ao longo dos anos.

Em 1996, com a colaboração de Dominique Hermans, cria “Viagens imaginárias”, espetáculo que mescla contos e pequenas narrativas. Esse espetáculo foi apresentado na Bélgica e na França.
Em 2001, cria “Izumi ou o retorno à fonte” no Centro Cultural de Jette, em Bruxelas, espetáculo que constitui uma primeira “frente” na exploração dos contos tradicionais do Japão contados no palco.

Em julho de 2003, apresenta “Histórias do País do Sol Nascente”, um espetáculo que reúne histórias de mestres de artes marciais, contos zen e contos tradicionais, no concurso de contadores do Festival de Chiny, espetáculo para o qual recebe um prêmio especial do júri. Esse espetáculo, retrabalhado com a participação de dois músicos que tocam instrumentos tradicionais japoneses (shamisen e shakuhachi), será apresentado em diversos centros culturais da Bélgica.

Desde 2005, Pascal Guéran é chamado regularmente na França e outros países (Canadá, Brasil, Polônia, Suíça, Luxemburgo) para apresentar seus espetáculos.

 

Festivais
Participou, entre outros, de festivais na França (“Parole Conteuse”, Dijon, 2009; “Histoires communes”, redor de Paris, em  2009;  “Festival A haute voix”, região Nièvre, em 2008; “Paroles d’hiver” na Alsácia, em 2007; “Paroles de conteurs”, em Vassivière, na região Limousin, em 2005), Polônia (“Semana da Francofonia e do Conto”, em Varsóvia, em 2008), Bélgica (“Vertel” em Alden-Biesen, em 2009), em Luxemburgo (“Contes en chaises longues”, em 2008), Canadá (Festival Jos Violon, em Lévis (Quebec), em 2008/2007;  “Festival de Trois-Pistoles”, em Quebec, em 2007; “Festival Intercultural do Conto de Montreal”, em 2007).


Serviço

Espetáculo “Histórias do País do Sol Nascente” com ator Pascal “Mitsuru” Guéran

Data: 13 de maio de 2010, às 19h30 (quinta-feira)

Duração: 1 hora

Censura: A partir de 8 anos

Local: Espaço Cultural Fundação Japão 
Av. Paulista, 37 – 1º andar – Paraíso

Haverá tradução consecutiva

Entrada Gratuita

É necessário fazer inscrição prévia com envio de nome e telefone de contato para o e-mail info@fjsp.org.br

Capacidade: 100 pessoas

Apoio:  Encontro Internacional de Contadores de Histórias “Boca do Céu” (Curadoria: Regina Machado)

Informações:
Fundação Japão em São Paulo
Tel: (11) 3141-0843 / 3141-0110
www.fjsp.org.br


Deixe uma resposta


Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.