Agenda


Exposição de cerâmica em Paraty

Publicado por FJSP em Arte e Cultura

Sem comentários

Exposição Reencontro

De 7 a 24 de julho de 2011

Segunda a domingo
9h às 12h, 14h às 18h e 19h às 22h

 

Local:
Atelier do Dalcir
Rua Santa Rita, 65 – Centro Histórico
Paraty-RJ

Entrada gratuita

Fundação Japão apoia a exposição Reencontro

 

“Desde a aurora dos tempos o homem vive e convive com os quarto elementos da natureza, terra, água, ar e fogo. O ceramista cultiva uma busca incessante em dominá-los, evoluir na medida em que desenvolve um controle em si mesmo da energia investida na material primordial, o barro. Dessa relação dialética com a argila, o ceramista e acima de tudo o artista busca a beleza em seu trabalho. É sua busca pela poesia na forma, no olhar e no tato.

Essa busca continua pela precisão, pela perfeição na arte cerâmica faz cruzar novamente os caminhos de três ceramistas, Kimi Nii, Dalcir Ramiro e Toshiyuki Ukeseki, após 33 anos se reencontram em uma exposição em Paraty, cidade que tem a arte como elemento inerente a sus própria existência.”

Luciana Marsilio

 

 

 

Perfil

KIMI NII
Nasceu em Hiroshima (Japão) e mora no Brasil desde os 9 anos de idade. É formada em Desenho Industrial pela FAAP. Ela projeta com delicadeza e força, utilitários e produz esculturas como expressões formais de seu universo. Sem abandonar a tradição japonesa, Kimi trabalha com a cerâmica de alta temperatura e tem no construtivismo a expressão de sua poética oriental.

Kimi Nii

 

DALCIR RAMIRO
Nasceu em Paraty em 1953, e foi na cidade de Cunha que realizou sua pesquisa sobre cerâmica.  Aprendeu a técnica indígena das antigas “paneleiras”. Atualmente desenvolve suas esculturas de grande porte e obras cinéticas, imensos mobiles que partem do micro ao macrocosmo. Além da sua formação e das experiências internacionais, Dalcir carrega em si a presença de suas raízes orientais. Raízes estas que são a razão deste reencontro.

Dalcir Ramiro

 

TOSHIYUKI UKESEKI
É fundador do pólo cerâmico de Cunha (SP), e precursor na implantação dos fornos japoneses noborigama no Brasil. Em 1979 volta ao Japão e dá continuidade a sua carreira de ceramista. Após três décadas retorna ao Brasil para difundir sua pesquisa sobre esmaltes de alta temperatura, se apresentando em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e no V Encontro de Ceramistas em Paraty, sendo o homenageado.

Toshiyuki Ukeseki


Serviço

Exposição Reencontro

De 7 a 24 de julho de 2011

Segunda a domingo
9h às 12h, 14h às 18h e 19h às 22h

 

Local:
Atelier do Dalcir
Rua Santa Rita, 65 – Centro Histórico
Paraty-RJ

Entrada gratuita


Deixe uma resposta


Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.