Vamos de Kamishibai! – Yoisho yoisho

Vamos de Kamishibai! > Yoisho yoisho

 

Ideias e comentários sobre o uso do Kamishibai para a apresentação da cultura japonesa e para a aplicação no ensino de língua japonesa

 

Certo dia, após uma apresentação, um pai veio conversar comigo.

— Minha filha vai fazer 8 anos, mas até agora não tinha interesse em ler e escrever.

Mas hoje, depois de ver a peça de Kamishibai, disse que quer se tornar capaz de ler um livro! Obrigado!

Fiquei arrepiada. Foi o instante em que uma pequena apresentação produziu uma grande energia propulsora. 

O Kamishibai requer um conjunto de três elementos: “roteiro, desenhos e narração”. 

Tem um formato que condensa diversas artes: ao mesmo tempo, possui a facilidade de poder ser executado por qualquer pessoa, a qualquer momento e em qualquer lugar. Além disso, como também contém elementos de compreensão intercultural, vem atraindo cada vez mais atenção.

A quantidade de pessoas envolvidas com educação e cultura, que demonstram interesse em aprender e realizar apresentações de Kamishibai, vem crescendo cada vez mais.

Pelo fato de atrair não só crianças, mas também adultos, é possível utilizar o Kamishibai em apresentações ou explicações sobre diversos temas. 

Para produzir um efeito ainda maior, os seguintes pontos são muito importantes: dominar a característica peculiar do Kamishibai — que é a de se parecer com uma sequência de imagens de um filme —; elaborar o roteiro da peça; assimilar a técnica de narração.

A palavra-chave na elaboração da peça é decididamente a “simplicidade”.

Porém, tudo isso depende de como se avança com a história, sintetizando os pontos principais e mantendo um eixo claro de narrativa. 

E o mais importante: “o desejo de compartilhar os sentimentos”.   

 

 

Sakiko Yokoo

 

Nascida na Província de Yamagata, em 1979. 

Cursou graduação e pós-graduação em Dança na Ochanomizu University (Mestrado em Ciências Humanas).

Em 2010, fundou a “teotsunagu” (NPO relacionada ao Japão e ao México). 

A partir de 2011, estabeleceu uma base no México e, desde então, planeja e realiza projetos de intercâmbio, atuando como uma ponte entre as culturas de ambos os países. Já realizou diversas apresentações e orientações sobre Kamishibai e dança com a colaboração do Ministério da Cultura do México, Fundação Japão e outras entidades.

Atualmente, atua em conjunto com o Centro Cultural Keikou, na Cidade do México, tendo como tema “a construção da paz através da cultura”.

 



Vamos ver mais histórias ?

 

 

Se inscreva também no webinário que acontecerá no dia 14/3 (dom)

 



Página inicial